Conheça o nosso blog

Fique por dentro das novidades e aprenda conosco.

Como implantar uma régua de cobrança no seu condomínio

COBRANÇA

Vamos conversar sobre a régua de cobrança do seu condomínio? Você já parou para pensar como a pandemia do coronavírus impactou na sua empresa? A inadimplência subiu ou se manteve estável? É fato que esse período foi desafiador em todos os setores, e não seria diferente no ramo condominial.

Segundo um levantamento feito pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) para A TARDE, só no mês de agosto deste ano foram 1.348 ações por inadimplência em condomínios, número que representa um crescimento de 7,2% em relação ao mesmo mês de 2019, antes da pandemia.

Além disso, esse número tende a ser bem maior, uma vez que buscar a justiça é o último recurso dos condomínios. 

Implementar uma régua de cobrança pode ser uma grande estratégia para fugir da inadimplência e deixar as contas em dia. E, possivelmente, organizar um fundo de reserva para eventualidades.

Então, continue a leitura e descubra como executar uma régua de cobrança efetiva!

O que é e qual a importância de uma régua de cobrança?

Instabilidade financeira é comum em diversos empreendimentos, e, muitas vezes, essa oscilação econômica pode aumentar a inadimplência e não queremos isso, certo?!

Para te auxiliar nessa jornada é importante a implementação da régua de cobrança. Mas, o que é isso e como funciona na prática? Descubra a seguir!

Além disso, a régua de cobrança é uma ferramenta cujo objetivo é mapear o cenário de títulos em aberto e as medidas que serão adotadas na cobrança destes. Ou seja, esse recurso possibilita a cobrança personalizada para cada condômino, de acordo com seu histórico de adimplência, contrato e gravidade de caso. 

Com  planejamento e programação no radar, será mais fácil evitar esquecimentos. Além disso, você terá a chance de personalizar as abordagens de cobrança. Ou seja, dispor de uma ação mais branda para um grupo de condôminos e mais intensa para outros, por exemplo. 

A régua de cobrança pode ser implementada de forma manual, através de um cronograma de mensagens e avisos, ou automatizado com o auxílio de um sistema. 

Como funciona na prática?

Aqui o diferencial da sua gestão é: planejamento e organização.  O que isso quer dizer? Provavelmente conciliar as contas a pagar, a receber e deixar dinheiro em caixa é um grande desafio. 

Além disso, ter organização e planejamento é imprescindível na sua gestão de pagamentos. Confira as principais vantagens da régua de cobrança.

Reduz a inadimplência

O Brasil possui 66% de endividados e 25,2% de inadimplentes (dados da CNC, publicados na Agência Brasil). Esse número é extremamente expressivo. Todavia, com a estratégia de régua de cobrança é possível reverter e, até mesmo, prevenir a inadimplência em seu condomínio.

Todas as datas de pagamentos são planejadas com antecedência. E, à medica que esse período se aproxima, é possível definir lembretes dos prazos. Além disso, caso ocorra o atraso de algum pagamento, são feitas várias tentativas de contato e negociação para recuperar a dívida o mais rápido possível.  

Só é considerado inadimplente o condômino que atrasa o pagamento por mais de 30 dias.

Cobrança personalizada

Dentro de um condomínio, dispomos de diferentes tipos de pessoas e personalidades. Logo, personalizar o modelo de cobrança é quase mandatório. 

Além disso, caso não tenha um sistema personalizado, a chances de ter mais condôminos indimplentes aumenta consideravelmente.

Implementando uma régua de cobrança no meu condomínio

O primeiro passo aqui é definir os canais de comunicação, datas e mensagens dascobranças. Além disso, você precisa definir datas de corte para intensificar a cobrança, dependendo do tempo de atraso do pagamento.  

Régua de cobrança por boleto

Boleto bancário ainda é o queridinho entre os muitos meios de pagamentos do mercado. Além disso, é um sistema extremamente democrático. Para ajudar você na gestão e implementação de uma régua de cobrança por meio de boleto bancário, trouxemos um modelo simplificado. Confira a seguir:

  • 8 dias antes do vencimento: enviar o boleto por e-mail e SMS  
  • 4 dias antes do vencimento: enviar lembretes de que o vencimento está próximo por WhatsApp e SMS
  • Véspera do vencimento: enviar lembrete de que o boleto vence amanhã por WhatsApp ou SMS
  • Data do vencimento: enviar último lembrete para pagamento via SMS e WhatsApp ressaltando a importância de pagar em dia 
  • 1 dia após o vencimento: enviar e-mail confirmando o pagamento ou informando que o pagamento não foi identificado e fornecendo link para geração de 2ª via
  • 7 dias de atraso: enviar carta e notificação de cobrança via e-mail, SMS e WhatsApp
  • 15, 20, 25 e 30 dias de atraso: entrar em contato repetidas vezes via e-mail e telefone para tentar uma negociação antes da negativação do condômino
  • 30 dias de atraso: realizar comunicação por e-mail e carta oficial sobre medidas de negativação em órgãos de proteção ao crédito e protesto em cartório.

No conteúdo de hoje, você aprendeu sobre as vantagens e benefícios da implementação de uma régua de cobrança no seu condomínio. Agora é hora de colocar as dicas em prática!

Aproveite para compartilhar e acompanhar a gente também nas redes sociais.

Compartilhe:
Veja também:

Plano de manutenção preventiva: como estruturar para seu condomínio

Introdução Manter um condomínio em perfeito estado é uma tarefa contínua e desafiadora, mas essencial...

Estratégias para acabar com a inadimplência condominial

Introdução: A inadimplência condominial pode causar sérios desafios financeiros e administrativos. Este post explora estratégias...

Quórum em condomínio: guia completo

Ao lidar com situações prediais como obras, alterações de regimento interno, ou até mesmo questões...

6 tecnologias que transformam a administração de condomínios

A gestão de condomínios está vivenciando uma revolução, impulsionada por avanços tecnológicos, e a administração...

×