PPCI para condomínios: guia definitivo

Fireman in Fire Fighting and Evacuation Fire Drill Simulation Training For Safety in Condominium or Factory

A gestão condominial bem-feita é a base para garantir um ambiente seguro e regulamentado para todos os moradores. E, uma das peças-chave nesse processo é o entendimento e a aplicação correta do PPCI.

O PPCI é, além de um requisito legal, um componente essencial para garantir a segurança dos condôminos e a integridade do patrimônio. 

Por isso, para as administradoras de condomínios, compreender e implementar efetivamente o PPCI é um passo fundamental na gestão condominial responsável

Nesse sentido, este texto servirá como um recurso informativo e prático, abordando os principais aspectos do PPCI e como é possível otimizar sua aplicação em um ambiente condominial.

O que é PPCI?

Uma sigla para Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios, o PPCI é um conjunto de medidas e procedimentos destinados a prevenir, controlar e combater incêndios, garantindo a segurança de pessoas e a proteção do patrimônio em edificações, incluindo condomínios. 

Ou seja, este plano é um requisito legal, cuja elaboração e implementação são necessárias para o cumprimento das normativas de segurança vigentes. O PPCI abrange uma série de aspectos críticos, como a:

  • Identificação e avaliação de riscos de incêndio;
  • Definição de sistemas de detecção e alarme;
  • Instalação de equipamentos de combate a incêndios (como extintores e hidrantes);
  • Manutenção desses sistemas;
  • Elaboração de rotas de fuga.

Além disso, envolve também a formação e treinamento de uma brigada de incêndio, composta por moradores ou funcionários do condomínio, capacitados para agir rapidamente e de forma eficaz em caso de emergência.

Por que o PPCI é obrigatório para condomínios?

Salvaguarda de vidas

A prioridade máxima do PPCI é a proteção da vida. Desse modo, como condomínios são espaços compartilhados por diversas famílias e indivíduos, eles necessitam de um plano robusto que garanta a segurança de todos em caso de incêndio

O PPCI inclui medidas como rotas de fuga, sinalização de emergência e treinamento de brigadas de incêndio, todos focados na rápida e segura evacuação das pessoas em situações de risco.

Proteção do patrimônio

Incêndios podem causar danos materiais. Portanto, o PPCI abrange a instalação e manutenção de equipamentos de combate a incêndios, como extintores e sistemas de sprinklers, que são vitais para controlar e limitar a propagação do fogo, minimizando danos ao patrimônio.

Conformidade legal

É obrigatório por lei que condomínios tenham um PPCI em vigor. 

Dessa forma, a falta de um plano adequado pode resultar em sanções legais, multas e até mesmo na interdição do condomínio. 

Responsabilidade civil e administrativa

Administradores de condomínios têm a responsabilidade de garantir a segurança dos moradores. 

Para cumprir com essa responsabilidade, o PPCI é uma das ferramentas, que protege a administração de possíveis litígios e responsabilidades legais decorrentes de ocorridos relacionados a incêndios.

Como validar e atualizar o PPCI do seu condomínio

Responsabilidade do PPCI

A responsabilidade de fornecer o documento ou protocolo do PPCI é do proprietário do imóvel. Mas, no caso de condomínios, esse trabalho recai sobre o síndico

O PPCI é exigido por órgãos públicos e criado pelo corpo de bombeiros para garantir a segurança em qualquer imóvel.

Elaboração do PPCI

O PPCI deve ser elaborado por um profissional habilitado, registrado no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) ou no CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo). 

Mais precisamente, este especialista será responsável por todas as medidas indicadas no projeto, que o corpo de bombeiros irá analisar. 

Além disso, é importante lembrar que as práticas contra incêndio devem estar em conformidade com as normativas estaduais.

Instalação e vistoria

Após a aprovação do PPCI, é necessário instalar todas as medidas de segurança contra incêndio previstas no projeto. Sobretudo, deve-se realizar estas instalações por pessoal habilitado e com materiais e equipamentos certificados. 

Posteriormente, solicita-se uma vistoria pelo corpo de bombeiros para checar se tudo está em conformidade. Se estiver, será emitido o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) ou o CLCB (Certificado de Licenciamento do Corpo de Bombeiros), dependendo do caso.

Legislação estadual

Como citado anteriormente, é importante verificar as normas relacionadas à prevenção de incêndios no site do corpo de bombeiros do seu estado, pois a legislação que regulamenta o PPCI é estadual. 

Ou seja, cada estado tem suas especificidades em relação à prevenção de incêndios.

Validade e renovação

Os síndicos devem se atentar à validade do PPCI e providenciar sua renovação, se necessário, em até 60 dias antes do vencimento. 

Esse processo é válido tanto para condomínios residenciais quanto comerciais.

Conclusão

Em resumo, o PPCI é um elemento vital para assegurar a segurança e o bem-estar em condomínios. Desse modo, sua relevância vai além da conformidade legal, tocando diretamente na preservação de vidas e na proteção do patrimônio

Lembrando que a segurança contra incêndios é um processo contínuo, que requer vigilância e adaptação constante, uma vez que a implementação do PPCI representa um compromisso com a tranquilidade de todos os moradores. 

Portanto, é crucial estar sempre atento às normas estaduais, realizar manutenções periódicas e garantir que as práticas de segurança estejam sempre em dia.

Leia também:

Sem fundos, sem manutenção: como a inadimplência afeta a conservação do condomínio

Que tal receber dicas e novidades?

Assine nossa newsletter para receber conteúdos relevantes do mercado.

A sua instituição de pagamentos

Onde estamos

Matriz: São Paulo
Rua Paes Leme, 215, 14ºandar, Pinheiros, São Paulo/SP
CEP 05424-150 – (11) 3090-3227
Filial: Belo Horizonte
Rua Santa Catarina, 1631, 12ºandar,
Lourdes, Belo Horizonte/MG
CEP 30170-081 – (31) 4040-4167

A sua instituição de pagamentos

×